Kai Whiston

Ninguém sabe bem para onde vai Kai Whiston, mas a experiência diz-nos que é sempre um bom sítio para ir também. Colaborador de nomes como Shygirl (que reúne sempre um belo batalhão de produtores), Pussy Riot e Iglooghost, Whiston mexe-se em várias frentes sónicas, fazendo uso de diferentes media para construir universos de forma detalhada e elaborada, que extravazam os limites europeizados do que se entende por música. Mais do que um simples conjunto de harmonias e melodias a submeterem o ritmo à sua aplicação, a eletrónica de Kai Whiston faz uso de toda a amplitude elementos sonoros passíveis de descrição para se mexer em pista de dança, em momentos mais ambientes, em pseudo-baladas. No fundo, Kai Whiston consegue, sempre em tensão, resumir décadas de música eletrónica inglesa, e poder assistir a uma aula de história preparada no futuro é algo de singular — mais não seja porque é mais certo do que simplesmente dizer que isto é o futuro e falhar redondamente. Kai Whiston está a acontecer, e acontecerá também no Mucho Flow.

Made with love by

Institutional partners

footer_inst-1

Media partners

footer_media-1