fbpx

Marco Franco

Marco Franco

É à flor da pele que a composição de Franco, autodidata nas teclas, se sente, existindo numa tensão minimalista com um universo colorido de notas e de progressões maiores, alegres e cheios de um amor universalizado.

Reconhecido músico da esfera nacional, ao longo de mais de 2 décadas percorreu o hard-rock, trash metal, jazz experimental, e interpretará no Mucho Flow o seu primeiro disco a solo no piano “Mudra” (Revolve), do qual diz Gonçalo Frota no Público “é isso que se ouve em Mudra: Marco Franco, o pianista, entrando pelo instrumento, descobrindo uma segunda natureza.”


É à flor da pele que a composição de Franco, autodidata nas teclas, se sente, existindo numa tensão minimalista com um universo colorido de notas e de progressões maiores, alegres e cheios de um amor universalizado.

Reconhecido músico da esfera nacional, ao longo de mais de 2 décadas percorreu o hard-rock, trash metal, jazz experimental, e interpretará no Mucho Flow o seu primeiro disco a solo no piano “Mudra” (Revolve), do qual diz Gonçalo Frota no Público “é isso que se ouve em Mudra: Marco Franco, o pianista, entrando pelo instrumento, descobrindo uma segunda natureza.”

Marco-Franco_cred-VeraMarmelo