Intenso, grandioso e, por vezes, sinistro, Dedekind Cut é o mais recente projecto de Fred Warmsley, distanciando-se do seu anterior projecto como Lee Bannon. A atmosfera sonora oscila entre o drone, o noise e o industrial, com uma esporádica percussão. O caminho por onde nos leva nem sempre é claro, abraçando descomplexadamente a incerteza e a escuridão, e dando primazia às texturas sonoras ao invés do ritmo e da melodia. Uma viagem que pode ser desconfortável, mas será sempre fascinante.

Elemento essencial do colectivo Pro Era, Warmsley tem construído nome em torno de uma prolífica obra que cruza os espectros do breakcore, ambient e noise. Em nome próprio editou mais de dez discos, tendo assinado pela Ninja Tune o brilhante Alternate/Endings, apontado pela crítica da especialidade como um dos melhores discos de música de dança/electrónica de 2014. A estreia nacional de Dedekind Cut faz-se pela mão de $uccessor, trabalho editado em Novembro do ano passado e listado pela Pitckfork como um dos mais interessantes discos experimentais de 2016, ao lado de nomes como Arca, Moor Mother ou Tim Hecker.